Garrafeira online - winestore mlm... a sua escolha, o nosso compromisso, a sua satisfação!

 Vinhos de Mér tola

      

 Integrado na região de Produção do Vinho Regional Alentejano, o concelho de Mértola produz vinhos de elevada qualidade e personalidade.

  • Dominam os Tintos de aromas frutados, maduros, quentes, macios e de final longo.               

  • Brancos de aromas frescos e frutados, vinhos elegantes, com carácter.                                        

  • Rosés frescos e elegantes, com corpo e estrutura, o que lhes permite um final cheio de intensidade. 

 

Vinhos  B iológicos / Organic Wines

Os vinhos biológicos são vinhos em que na produção das uvas não são utilizados quaisquer pesticidas ou fertilizantes sintéticos.

Vinhos do Ale ntejo

  

    O Alentejo é uma das maiores regiões vitivinícolas de Portugal, onde a vista se perde em extensas planícies. Esta região quente e seca beneficiou de inúmeros investimentos no sector vitivinícola que se traduziu na produção de alguns dos melhores vinhos portugueses e consequentemente, no reconhecimento internacional dos vinhos alentejanos.

    No Alentejo há inúmeras castas plantadas, contudo umas são mais relevantes que outras (seja pela qualidade ou pela área plantada). As castas brancas mais importantes na região são a Roupeiro, a Antão Vaz e a Arinto. Em relação às castas tintas, salienta-se a importância da casta Trincadeira, Aragonez, Castelão e Alicante Bouschet (uma variedade francesa que se adaptou ao clima alentejano).

 

    Os  vinhos brancos  DOC alentejanos são geralmente suaves, ligeiramente ácidos e apresentam aromas a frutos tropicais. Os tin tos são encorpados, ricos em taninos e com aromas a frutos silvestres e vermelhos. Os  Rosés  são elegantes e frescos. 

Vinhos do  Dou ro

 

    A Região Vinhateira do Alto Douro ou Alto Douro Vinhateiro é uma área do nordeste de Portugal com mais de 26 mil hectares, classificada pela UNESCO, em 14 de Dezembro de 2001, como Património da Humanidade, na categoria de paisagem cultural e rodeada de montanhas que lhe dão características mesológicas e climáticas particulares. Esta região, que é banhada pelo Rio Douro e faz parte do chamado Douro Vinhateiro, produz vinho há mais de 2000 anos, entre os quais, o mundialmente célebre vinho do Porto. Suas origens remontam à segunda metade do século XVII, altura em que o Vinho do Porto começa a ser produzido e exportado em quantidade, especialmente para a Inglaterra. No ano de 1756, o Marquês de Pombal, criou por Lei de 1756 a Região Demarcada do Douro, que se estendia ao longo do vale do rio Douro e seus afluentes, de Barqueiros até Barca D' Alva. Para demarcar o espaço físico da mais antiga região demarcada do mundo foram então mandados implantar 201 marcos de granito. Seis anos mais tarde, no ano de 1761 são colocados mais 134 marcos pombalinos, perfazendo então um total de 335. Já em 10 de Maio de 1907, ao abrigo do decreto assinado por João Franco, a região demarcada é novamente delimitada, estendendo-se para o Douro Superior. A longa tradição de viticultura produziu uma paisagem cultural de beleza excepcional que reflecte a sua evolução tecnológica, social e económica. A área classificada engloba 13 concelhos: Mesão Frio, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Vila Real, Alijó, Sabrosa, Carrazeda de Ansiães, Torre de Moncorvo, Lamego, Armamar, Tabuaço, S. João da Pesqueira e Vila Nova de Foz Côa, e representa dez por cento da Região Demarcada do Douro.

 

    A Região Demarcada do Douro divide-se em 3 "zonas"

Baixo-Corgo

    Representa mais de metade da região demarcada com 51% da área ocupada por vinha, representa toda a margem direita do Rio Douro, desde Barqueiros ao Rio Corgo (Régua). Na margem esquerda, desde a freguesia de Barrô até ao Rio Temi-Lobos, nas proximidades da Vila de Armamar.

Cima-Corgo

    36% da região demarcada, estende-se desde as fronteiras da anterior e vai até ao meridiano que passa no Cachão da Valeira.

Douro superior

    A àrea mais pequena com aproximadamente 13%, desde as fronteiras da "Cima-Corgo" prolongando-se até à fronteira espanhola.

 Saveurs du Village    

Brevemente disponível

Pesquisar no site

Transportes

 
Consulte a pág. Portes e Transportes

Pagamentos

 

  • Transferência Bancária

 

  • Cartões de Crédito via

                

Consulte a pág. Formas de pagamento